Respostas Especializadas

Temos respostas para o envelhecimento activo, o tratamento de doenças incuráveis e degenerativas, a convalescença, e a reabilitação.

– Respostas para pessoas em Convalescença e Reabilitação:
      Neurológica
      Ortopédica
      Respiratória
– Fragilidade geriátrica | Envelhecimento
– Cuidados Continuados
– Cuidados Paliativos
– Doenças Cardio-respiratório
– Doenças relacionadas a Acidentes vasculares cerebrais
– Doenças relacionadas a Demências
– Descanso do cuidador

Soluções únicas para um envelhecimento activo

Tendo sempre como objectivo dar resposta a todas as situações decorrentes do processo natural de envelhecimento, criamos um conceito que alia os cuidados de uma unidade de saúde com o conforto do ambiente hoteleiro.

Valências

A DomusVi disponibiliza soluções para pessoas independentes ou frágeis, para quem se encontre temporariamente dependente em termos funcionais e com perspectivas de reabilitação (como, por exemplo, na sequência de um AVC ou uma fractura óssea), para pessoas parcial ou totalmente dependentes, como resultado do processo natural de envelhecimento, e para pessoas com deteriorações cognitivas, que resultem em alterações de comportamento.

Tendo como propósito base o diagnóstico, reabilitação, apoio e acolhimento a qualquer adulto que necessite de auxílio nas actividades da vida diária, a DomusVi oferece:

Na DomusVi disponibilizamos um plano de cuidados perfeitamente ajustado a clientes cuja desorientação espaço-temporal os pode colocar em risco.
Através de uma abordagem rigorosa e de grande proximidade, combinamos a intervenção farmacológica com uma vertente de reabilitação funcional.
Prestamos cuidados 24 horas por dia, garantidos por uma equipa especializada e de reconhecida capacidade no tratamento de todos os síndromes associados às alterações de comportamento.

Reabilitar alguém após um Acidente Vascular Cerebral (AVC) ou na sequência de uma fractura óssea, requer que os cuidados prestados sejam bastante específicos e de grande exigência.
Devolver às pessoas a funcionalidade perdida é o objectivo da DomusVi.
E como não há dois casos iguais, para cada cliente temos uma abordagem específica.

Para pessoas que apresentam uma elevada dependência nas actividades básicas da vida diária, na DomusVi disponibilizamos diferentes soluções.
“Neste nível enquadram-se os clientes acamados ou que
precisam de ajuda total.”
Do ponto de vista cognitivo podem manter algumas competências, mas já se verificam problemas de orientação, falhas de memória e dificuldades na comunicação.

Os clientes que entram para a DomusVi dependentes precisam de apoio e assistência nas actividades básicas da vida diária, como a higiene pessoal ou a alimentação.
A abordagem vai no sentido de promover a autonomia e prevenir ou atrasar um agravamento.
Um objectivo que o Cliente persegue todos os dias, com a ajuda dos técnicos especializados da DomusVi.

A oferta da DomusVi para pessoas frágeis está voltada para quem denota alguma dependência física e cognitiva e que apenas precisa de um pouco de supervisão nas actividades básicas da vida diária.
O objectivo é que se sintam competentes na execução dessas tarefas.

Os clientes independentes, ou seja, que não possuem qualquer limitação na realização das actividades básicas quotidianas, também têm lugar connosco na DomusVi.
São pessoas que optam por estar inseridos num contexto em que têm acompanhamento terapêutico e clínico, mesmo sendo perfeitamente autónomos.

Soluções para situações de pós-operatório
 

Que tipo de cuidados a DomusVi disponibiliza para clientes em situação de Pós-operatório?

A DomusVi disponibiliza um conjunto de cuidados integrados em regime residencial e de unidade de dia para clientes que, após terem sido submetidos a uma cirurgia, se encontram no espaço de tempo que se segue ao período de convalescença hospitalar, onde já não reúnem condições para o acompanhamento e supervisão clínica com a intensidade deste tipo de serviço mas também não se encontram numa condição plenamente adaptada para que consigam viver em casa com o bem-estar e qualidade de vida supostos. A abordagem terapêutica da DomusVi visa a recuperação após intervenção cirúrgica, reabilitando funções, capacidade e estados.

Que áreas de intervenção a DomusVi contempla nos cuidados a clientes em situação de Pós-operatório?

A DomusVi disponibiliza um conjunto de serviços direcionados para a promoção da funcionalidade dos seus clientes, tais como:

Compreende serviços relativos ao acompanhamento e apoio na vida diária durante a estadia, efectuada por um Gestor de Cliente.

Compreende a avaliação multidisciplinar funcional e cognitiva, efectuada por enfermeiro, médico, nutricionisTa, psicólogo e terapeutas, bem como o desenvolvimento e manutenção de um plano individual de cuidados.

Compreende serviço de consultas clínicas nomeadamente clínica geral, fisiatria, neurologia, psiquiatria e podologia.

Compreende serviços de vigilância permanente; acompanhamento e apoio na movimentação, com ou sem ajuda técnica; acompanhamento e apoio nas transferências entre posições de deitado, sentado e em pé; acompanhamento e apoio na orientação temporal e espacial; controlo de alterações de comportamento; controlo de actividade alucinatória e delirante; posicionamentos na cama.

Compreende a aplicação de escalas de avaliação clínica efectuada por enfermeiro, psicólogo e terapeutas; diagnóstico clínico; registo de ocorrências clínicas; monitorização dos indicadores das capacidades funcionais e cognitivas; monitorização dos indicadores gerais do estado de saúde.

Compreende a gestão individualizada da prescrição, gestão do fornecimento, preparação, supervisão e administração da toma de medicamentos.

Compreende a gestão do fornecimento de meios de diagnóstico e a execução de colheitas para a realização de análises clínicas.

Compreende gestão de situações de urgência clínica; acompanhamento em situações de urgência clínica a unidades de urgência hospitalar.

Compreende a execução de tratamentos em situações de emergência; execução de tratamentos e terapêuticas de enfermagem.

Compreende serviços relativos a terapias com objectivos terapêuticos de manutenção funcional multidimensional, nomeadamente nas seguintes áreas: cardiovascular | motora | respiratória, ocupacional, cognitiva e fala

Compreende serviços relativos a actividades lúdicas de tempos livres que estimulam o movimento e a vitalidade através da vivência de um ambiente dinâmico e criativo.

Que tipo de técnicos garantem os cuidados e a supervisão dos cuidados?

A equipa envolvida na prestação de cuidados a clientes em situação de pós-operatório é composta por técnicos especializados nas áreas da medicina, enfermagem, fisioterapia, terapia ocupacional, terapia da fala e psicologia. A equipa de intervenção tem também na sua estrutura técnicos de apoio pessoal, que de um modo integrado e numa lógica de optimização das suas competências pessoais, constituem-se como elementos fundamentais para a implementação do plano individual de cuidados de cada cliente.

É realizada alguma avaliação no momento do ingresso de um cliente em situação de Pós-operatório na DomusVi?

Independentemente das circunstâncias clínicas, qualquer cliente que tencione ingressar na DomusVi será submetido a uma Avaliação Geriátrica Integral (AGI), cujo procedimento envolve uma dinâmica de avaliação interdisciplinar, por foma a ser estabelecido um retrato abrangente e especializado das capacidades e limitações funcionais do cliente e assim serem estabelecidos objectivos e estratégias de intervenção, a constar no plano de cuidados. 

Como a DomusVi procede num cliente que exija período de imobilização?

A imobilização, numa primeira fase pós-cirúrgica é frequente. Uma cirurgia exige um período de recuperação de várias semanas, obrigando a adopção de mudanças comportamentais, na forma como se desempenha as tarefas de rotina diária. A equipa da DomusVi, nomeadamente, através dos nossos técnicos de apoio pessoal, sob supervisão de enfermagem e indicações médicas precisas, fornecem todo o apoio que o cliente necessita, nomeadamente ao nível dos cuidados pessoais (apoio na alimentação, na eliminação e na higiene).

Em que é que consiste o Plano Individual de Cuidados estabelecido pela DomusVi?

Geriátrica Integral, são discriminadas as necessidades de intervenção, sua periodicidade e intensidade, nas áreas dos cuidados pessoais, enfermagem e terapias.

O plano individual de cuidados é sujeito a revisão nos períodos de reavaliação pré-estabelecidos ou sempre que ocorra alguma alteração do ponto de vista clínico do cliente. 

Existe algum programa de reabilitação específico para situação de Pós-operatório e como é avaliada a intervenção desenvolvida?

A reabilitação do cliente pós-cirúrgico poderá implicar a intervenção de várias áreas terapêuticas em simultâneo, dependendo do quadro clínico. Estas intervenções podem desenvolver-se em contexto individual ou em grupo. O plano individual de cuidados, tal como o nome indica é feito à medida das necessidades e à idiossincrasia de cada cliente, ditando a periodicidade e intensidade da actuação terapêutica com vista à reabilitação funcional. Não existe, portanto, um programa de reabilitação estanque para todos os clientes em situação clínica similar, mas sim um plano individual com acções terapêuticas traçadas à medida do cliente que objectivam tratar as alterações agudas presentes, assim como reestabelecer as capacidades motoras e funcionais comprometidas.

Pelo facto da intervenção clínica numa situação de pós-operatório pressupor uma grande intensidade de cuidados e uma supervisão e vigilância permanentes, o processo de avaliação decorre de forma continuada e sob olhar interdisciplinar da equipa de intervenção. A alta da unidade pressupõe um novo processo de Avaliação Geriátrica Integral, de onde resulta um conjunto de diretrizes orientadas para soluções e estratégias promotoras da funcionalidade e da qualidade de vida nos contextos de vida do cliente. 

A DomusVi disponibiliza a realização de Meios Complementares de Diagnóstico?

Perante a necessidade de realização de meios complementares de diagnóstico, a DomusVi disponibiliza o serviço de transporte para deslocar o cliente ao local de realização do exame em questão, mediante o pagamento extra do serviço. 

Que tipo de resposta tem a DomusVi para situações de agudização ou agravamento do estado clínico?

O acompanhamento médico e de enfermagem é permanente, donde qualquer alteração no sentido do agravamento do estado clínico do cliente ou da presença de indicadores de agudização, é activado o seu encaminhamento para o hospital central da área que abrange a unidade DomusVi.

Que resposta dão em situações de emergência?

Para além da qualificação da Equipa Técnica em medidas de suporte básico de vida e da unidade dispor de estruturas de intervenção em situações de emergência, a proximidade com hospitais privados e com os hospitais públicos de referência garante a rápida e eficaz resposta perante situações de emergência clínica. 

Que tipo de resposta a DomusVi disponibiliza para os cuidadores informais dos clientes em situação de Pós-operatório?

A DomusVi fornece uma resposta abrangente e orientada para a promoção, expansão e projeção do trabalho terapêutico para os principais contextos de vida do cliente. Neste sentido, prevê-se uma resposta configurada em actividades de aconselhamento, formação e consultoria familiar, por forma a apoiar a adaptação e o desenvolvimento de estratégias para lidar eficaz e funcionalmente com a realidade clínica de um familiar em situação de reabilitação de um pós-operatório.

A DomusVi providencia ajudas técnicas necessárias para a reabilitação de uma situação de Pós-operatório?

A DomusVi dispõe de auxiliares de marcha e outras ajudas técnicas, equipamentos imprescindíveis ao processo de reabilitação do cliente dentro das nossas instalações. Caso venham a necessitar de um apoio permanente, a equipa médica e das terapias ajudam o cliente e os seus cuidadores informais a encontrar a melhor solução no mercado, quer ao nível de ajudas técnicas quer ao nível de ortóteses, fornecendo toda a informação pertinente à compra.

Como se caracteriza o ambiente onde o cliente estará a ser submetido aos vossos cuidados?

Originalmente, a DomusVi define-se como uma unidade de cuidados em ambiente hoteleiro, sendo que no contexto da intervenção clínica na reabilitação de uma situação de pós-operatório o ambiente ganha algumas especificidades, nomeadamente no que concerne à circulação que se apresenta restrita e condicionada, à supervisão que é permanente e de natureza técnica e clínica e à proximidade entre técnico e cliente (evolução da sua condição clínica).

Qual a vantagem/diferença relativamente a uma clínica tradicional de reabilitação funcional?

A DomusVi actua com base numa lógica de avaliação e intervenção terapêutica contínuas, garantindo a mais valia que deriva de atuação interdisciplinar e integrada da equipa que presta cuidados. Este pressuposto de continuidade, supervisão e vigilância é possibilitado no espaço DomusVi por via das soluções residencial e de unidade de dia para cuidados de reabilitação funcional.

Oferecemos soluções únicas

Respostas especializadas.

Para a compensação do envelhecimento natural, o tratamento de doenças incuráveis e degenerativas, a convalescença e a reabilitação.

– Alzheimer
– Pós-operatórios
– Acidentes Vasculares Cerebrais

Alzheimer

O que é
Com o crescente aumento da esperança média de vida, a probabilidade do aparecimento de novas problemáticas relativas ao estado de saúde da população também aumenta. 


A demência é uma dessas problemáticas, caracterizando-se pela perda da capacidade de memorizar, de resolver problemas do dia-a-dia, de pensar de forma abstrata, de planear e de realizar uma sequência de tarefas e, por conseguinte, de desenvolver as actividades básicas de vida diárias.

O Alzheimer é a forma de demência mais frequente nos países industrializados.

Trata-se de uma doença neurodegenerativa e a sua evolução é crónica, progressiva e com início insidioso, pelo que se torna imprescindível uma identificação correcta e precoce deste quadro clínico nas primeiras fases, a fim de permitir tratar os doentes e lhes prolongar a autonomia.

Como se trata

Não existem ainda, em quadros demenciais oriundos de causas irreversíveis, evidências de cura ou até mesmo alteração significativa do curso progressivo da própria doença, no entanto existem várias intervenções que potenciam uma melhoria na qualidade de vida dos doentes.

As nossas respostas

Oferecemos um vasto conjunto de cuidados especializados e evolutivos, em regime residencial ou de dia, que entregamos à medida da especificidade de cada cliente e do seu enquadramento de familiar e social.

Concentramos a nossa intervenção na área da neuro-estimulação cognitiva e funcional.

Reforçamos especialmente a supervisão e o apoio clínico e pessoal, com intensidade e especialização sempre adaptadas à situação e aos objectivos terapêuticos de cada cliente.

Os nossos objectivos terapêuticos

São os nossos objectivos fundamentais:

– Manutenção das competências cognitivas
– Promoção da orientação para a realidade
– Promoção da autonomia, auto-estima e auto-eficácia
– Promoção do ajustamento comportamental
– Promoção do relacionamento social, nomeadamente a interação e o convívio
– Prevenção do isolamento social
– Prevenção da evolução da incapacidade motora

O nosso modelo de intervenção

A nossa intervenção baseia-se sempre no modelo de cuidados DomusVi , do qual realçamos:

– Avaliação global inicial
 – Plano terapêutico
– Intervenção controlada
– Registo clínico
– Reavaliação periódica
– Relatório clínico

A importância do envolvimento da família

Consideramos fundamental o envolvimento permanente da família e dos entes mais próximos, sobretudo nos momentos chave da estadia, dos quais realçamos:

– Ingresso
– Diagnóstico e plano de intervenção
– Integração social
– Controlo periódico
– Eventos
– Saída

Pós-operatórios

O que é
Processo de recuperação após o cliente ter sido submetido a uma intervenção cirúrgica, necessitando de cuidados hospitalares de agudos e posteriormente de cuidados de convalescença e/ou reabilitação. É nesta segunda fase que incide a actuação da DomusVi.

Como se recupera

Uma cirurgia exige um período de recuperação de várias semanas, obrigando a adopção de mudanças comportamentais, na forma como se desempenha as tarefas de rotina diária.

O período de convalescença e/ou de reabilitação do cliente pós-cirúrgico implica a actuação de uma equipa multidisciplinar centrada na recuperação da saúde e reabilitação de funções, capacidades e estados.

As nossas respostas

Disponibilizamos, um conjunto de cuidados integrados para clientes que, após terem sido submetidos a uma cirurgia, independentemente da causa que motivou essa intervenção, necessitam de cuidados permanentes e especializados de convalescença e/ou reabilitação.

Objectivos Terapêuticos

São nossos objectivos fundamentais:

– Recuperação do estado geral de saúde e qualidade de vida;
– Reabilitação multifuncional;
– Promoção de modalidades analgésicas, se necessário;
– Promoção da melhoria de amplitude de movimento;
– Promoção de fortalecimento muscular global;
– Promoção do treino de posicionamentos, transferências e treino de marcha com ou sem auxiliar; 
– Promoção das actividades de vida diárias com a máxima autonomia possível;
– Promoção do ajustamento emocional e social;
– Promoção da auto-estima e auto-eficácia;
– Promoção da qualidade de vida do cliente nos mais diversos contextos

O nosso modelo de intervenção

A nossa intervenção baseia-se sempre no modelo de cuidados DomusVi, do qual realçamos:
– Avaliação global inicial
– Plano terapêutico
– Intervenção controlada
– Registo clínico
– Reavaliação periódica
– Relatório clínico

A importância dos nossos cuidadores

Pelo facto da intervenção clínica numa situação de acompanhamento pós-cirúrgico pressupôr uma grande intensidade de cuidados e uma supervisão e vigilância permanentes, o processo de avaliação decorre de forma continuada e sob o olhar interdisciplinar da equipa de intervenção composta por médicos, enfermeiros, terapeutas e técnicos de apoio pessoal.

A importância do envolvimento da família

A participação activa da família e da rede de suporte social do cliente que foi submetido a uma cirurgia é imprescindível no sentido de fazer parte integrante do processo de recuperação, apoiando-o directamente no dia-a-dia e reforçando os ganhos que vão surgindo fruto da reabilitação.

Acidentes Vasculares Cerebrais

O que é
Os Acidentes Vasculares Cerebrais, mais conhecidos pelo seu acrónimo (AVC), são umas das principais causas de morte de incapacidade no mundo.Os Acidentes Vasculares Cerebrais são um sinal clínico de distúrbio focal da função cerebral, de evolução rápida e de origem vascular, que persistem pelo menos durante vinte e quatro horas.

As nossas respostas

Oferecemos um vasto conjunto de cuidados especializados e evolutivos com vista à reabilitação, física e neurológica, de acidentes vasculares cerebrais, em regime residencial ou de dia, que entregamos à medida da especificidade de cada cliente.

Os nossos objectivos terapêuticos

São nossos objectivos fundamentais:

– Reabilitação funcional
– Reabilitação cognitiva
– Promoção do ajustamento emocional e social
– Promoção da autonomia, auto-estima e auto-eficácia
– Promoção da qualidade de vida

Envelhecer com saúde


O que é
A promoção da saúde ao longo do processo de envelhecimento natural é um desafio cada vez mais actual, face ao crescente aumento da esperança de vida, com mais anos de vida que se desejam de qualidade. É necessário a promoção da saúde, evitando sempre que possível e/ou tratando de modo eficaz as doenças crónicas. A diabetes, hipertensão arterial, doenças ósteo-articulares, doenças cardíacas, doenças pulmonares, processos de deterioração cognitiva, exigem uma continuidade de cuidados que pode ir de uma simples monitorização numa fase inicial das doenças até a uma supervisão intensiva para controlo sintomático com o avançar das mesmas.

As nossas respostas

A promoção da saúde ao envelhecer exige respostas eficazes quer ao nível de cuidados de ambulatório quer residenciais, sempre que se justifique, de modo temporário ou permanente, em função da patologia e do grau de dependência que a mesma acarreta.

Disponibilizamos em ambulatório e em contexto residencial os seguintes serviços:
– Consulta de Perturbações de memória e demências
– Consulta de Prevenção de factores de risco vascular
– Unidade Integrada de Memória com ateliers diários de estimulação cognitiva e ocupacional (lavores, desenho, modelagem, jogos de tabuleiro e recreativos, cinema, culinária)
– Treino funcional (ginástica geriátrica e reabilitação motora)
– Centro de Dia para estimulação e reabilitação cognitiva, funcional, recuperação pós AVC e na doença de Parkinson.
– Intervenção individual e em grupo de Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Terapia da Fala e Psicologia.
– Universidade Sénior (História do Porto, Religiões e Botânica)

Os nossos objectivos terapêuticos

São nossos objectivos fundamentais:

– Manutenção e optimização das competências cognitivas e funcionais;
– Prevenção do isolamento social através da interacção e do convívio, da expressão e partilha de emoções; 
– Promoção da auto-estima e auto-eficácia e do ajustamento comportamental, actuando sobre a sintomatologia depressiva e ansiosa;
– Favorecer a mobilidade, equilíbrio e coordenação motora de modo a promover a autonomia da marcha.

O nosso modelo de intervenção

A nossa intervenção baseia-se sempre no modelo de cuidados DomusVi, do qual realçamos:
– Avaliação global inicial
– Plano terapêutico
– Intervenção controlada
– Registo clínico
– Reavaliação periódica
– Relatório clínico

A importância dos nossos cuidadores

O processo de avaliação e intervenção decorre de forma continuada e sob o olhar interdisciplinar da equipa composta por médicos, enfermeiros, terapeutas e técnicos de apoio pessoal.

A importância do envolvimento da família

A participação activa da família e da rede de suporte social do cliente é imprescindível para o envelhecimento saudável. Pretendemos com as nossas técnicas continuadas de intervenção funcional e cognitiva melhorar a qualidade de vida do cliente, promovendo a sua participação e autonomia no contexto familiar e social.